Tratamento para sudorese

Locais da sudorese

A hiperidrose é a sudorese excessiva que ocorre nas seguintes localizações: Mãos, Axilas, Face, Couro cabeludo, Pés. O corpo usa o suor como uma forma de controle de temperatura, para se refrescar. A hiperidrose é a sudorese (transpiração) excessiva, o que significa suar mais que o normal.

Problemas da Sudorese

As pessoas com hiperidrose relatam sentimentos de isolamento social e evitam tocar nos outros. Isso inclui relacionamento amoroso, atividades profissionais e outras tipos de exposições por medo de odor corporal e roupas úmidas. Pessoas com hiperidrose não tem mais glândulas sudoríparas do que outras. Em vez disso, o nervo que controla a transpiração – o nervo simpático – é supersensível e causa a superprodução de suor.

Tipos de Sudorese

Existem dois tipos de hiperidrose (sudorese excessiva): hiperidrose primária e hiperidrose secundária.

Hiperidrose Primária

A hiperidrose primária geralmente acomete membros da mesma família, começa na infância e piora com a puberdade, em ambos os sexos, independe de temperatura e atividade física.

Hiperidrose Secundária

A hiperidrose secundária é causada por alguma outra condição ou comportamento. Algumas delas podem incluir: síndromes neurológicas, tireotoxicose, Diabetes Mellitus, Gota, menopausa, medicamentosa, alcoolismo, tumores e tuberculose.

Elimine de vez a sudorese

Sempre pensando em levar a melhor
solução para nossos pacientes

Estamos sempre em contato com as novas técnicas e participando de
congressos para acompanhar as evoluções em nossa área de atuação.

Os sintomas são dependentes da localização e intensidade do suor, acarretando em uma desordem psicossocial.
Os sintomas são dependentes da localização e intensidade do suor, acarretando em uma desordem psicossocial.
O diagnóstico é realizado através de exame físico e da história relatada pelo proprio paciente.
O diagnóstico é realizado através de exame físico e da história relatada pelo próprio paciente.
Cirurgia para sudorese

Nós podemos resolver o seu problema
agende já uma consulta.

Tratamentos da sudorese excessiva

Medicamentos tópicos

Medicamentos de uso oral

Iontoforese

Toxina Botulínica

Cirurgia

Medicamentos tópicos

Medicamentos tópicos são indicados para iniciar o tratamento da hiperidrose. Geralmente são utilizados cremes que ressecam a pele. Cloreto de alumínio ou hexaidrato de cloreto de alumínio são os mais comuns desses cremes.
Aplicados diariamente, geralmente à noite e depois cobertos para estimular a absorção, esses cremes podem ser muito eficazes. No entanto, algumas pessoas acham que têm efeitos colaterais desconfortáveis, incluindo reações de queimaduras na pele.

Medicamentos orais

Medicamentos orais são conhecidos como terapias sistêmicas, o que siguinifica que afetam todo o seu corpo. Esses medicamentos são chamados anticolinérgicos, o que siguinifica que causam uma reação de ressecamento do corpo. Eles podem ser uma boa opção para pacientes que suam em vários locais. Existem alguns efeitos colaterais, como boca seca e olhos secos. Às vezes, depois de usar esses medicamentos por um tempo, os pacientes acham que perdem sua eficácia.

Iontoforese

Iontoforese são pequenos choques aplicados nas regiões em que a pessoa sofre de suor excessivo, sendo realizado aplicações em sessões semanais de aproximadamente 30 minutos e raramente atinge resultado total e duradouro.

Toxína Botulínica

Toxína Botulínica são injeções que causam uma diminuição temporária muito confiável na transpiração, geralmente com duração de 3 a 6 meses.

Cirurgia

A cirurgia realizada é a simpatectomia , conhecida como “Cirurgia do Suor”, que envolve a secção ou clipagem do nervo que controla o estímulo ao suor excessivo. Pesquisas e experiências provaram que a secção ou clipagem da cadeia simpática em lugares específicos pode melhorar a eficácia e reduzir qualquer complicação, incluindo a hiperidrose compensatória ( início de suor em outras regiões do corpo).

A cirurgia apresenta resultados extremamentes satisfatórios na interrupção do suor nas mãos e axilas, sendo realizada em hospitais com centro cirúrgico equipados por materiais de videotoracoscopia, sob anestesia geral, com 1 a 2 pequenas incisões de aproximadamente 1 cm de extensão cada na região das axilas. O cirurgião irá inserir uma microcâmera acoplada a ótica fina para visualizar e manipular a cadeia simpática. Em seguida, o cirurgião seccionará ou clipará a cadeia simpática tendo como ponto de referência as costelas, dependendo dos sintomas apresentados. O procedimento é realizado em ambos os lados e com duração de aproximadamente 20 minutos em cada lado.

Após a cirurgia, o paciente é conduzido a sala de recuperação pós anestésica até recuperação total do nível de consciência, sendo posteriormente levado ao seu quarto de hospital.

Permanece internado por aproximadamente 24 horas para controle de dor e cuidados gerais, obtendo alta com medicações analgésicas por aproximadamente 01 semana.

Após a cirurgia o paciente pode ter sua dieta normal, a menos que tenha alguma restrição por outras patologias previamente conhecidas.

O paciente pode ter suas atividades físicas e sociais normais, imediatamente após a cirurgia, evitando apenas trabalhos pesados ou exercícios vigorosos por aproximadamente 01 semana.

Cirurgia Sudorese

Sua saúde em
Primeiro lugar

Orientações

Orientações para a realização da cirurgia de Simpatectomia

  • Será realizado uma consulta médica para realização de exame físico e solicitação de exames de sangue e uma radiografia simples do tórax;
  • o paciente será orientado frente ao procedimento cirúrgico, podendo esclarecer todas as duvidas;
  • solicitado a assinar um formulário de consentimento cirúrgico que dá permissão a realização do procedimento, após leitura atenta e questionamento sobre algo que não estiver claro.
  • informe ao seu médico se você é sensível ou alérgico a algum medicamento, látex, iodo, fita adesiva, corantes, e agentes anestésicos ( locais ou gerais)
  • informe o seu médico de todos medicamentos (prescritos e de venda livre) e suplementos que está tomando .
  • informe se você está grávida ou pensa que poderia estar,
  • informe se você apresenta algum histórico de distúrbios hemorrágicos ou se está tomando algum medicamento anticoagulante, aspirina, ou outros medicamentos que afetam a coagulação do sangue
  • se você fuma, pare de fumar antes do procedimento para melhorar suas chances de uma recuperação bem sucedida da cirurgia e melhorar sua saúde geral.
homen-com-camisa-suada
Certifique-se de saber

Antes de concordar com a cirurgia, certifique-se de saber

  • O nome da cirurgia;
  • A razão pela qual você está fazendo a cirurgia;
  • Quais resultados esperar e o que eles significam;
  • Os riscos e benefícios da cirurgia;
  • Quais são os possíveis efeitos colaterais da cirurgia;
  • Quando e onde você deve realizar a cirurgia;
  • Quem fará a cirurgia e suas qualificações;
  • A opções alternativas antes da cirurgia;
  • Quando e como você obterá os resultados;
  • Para quem ligar depois do procedimento se tiver dúvidas ou problemas;
  • Quanto você terá que pagar pela cirurgia ou se tem cobertura total pelo convênio.
homen-com-camisa-suada

Dr. Ricardo Baida
Cirúrgião Torácico

CRM 23565 | RQE 14767

dr-ricardo-lucatto-baida

Dr. César zuccoli
Cirúrgião Torácico

CRM 28865 | RQE 22465

dr-cesar-ribeiro-zuccoli

Localização da Clínica

Formulário de Contato

(43) 3305-4200